Corpo Eletrico



A Tríade da Saúde – a importância da integralidade

Segundo Dr. George Goodheart, o criador da Cinesiologia aplicada, para se manter uma saúde perfeita é preciso estar atento ao equilíbrio entre três componentes do ser humano: químico, mental e estrutural.

Para entender como estes componentes se relacionam, tome como exemplo uma pessoa mal alimentada (químico). Se este estado se prolongar, ela poderá começar a sofrer de dores de cabeça (estrutural) e ficar mal-humorada (mental). Prolongando-se este estado mais ainda, ela virá a sofrer de desnutrição (estrutural) e uma completa apatia (mental). Outro exemplo bom exemplo é um momento de medo (mental), quando acontece uma descarga de adrenalina (químico) e, subsequentemente, a pessoa passa a sofrer dores musculares (estrutural) devido a tensão causada.

Se um problema de saúde se torna crônico, é muito provável que os três componentes estejam envolvidos. Por tanto, ao se tratar de um problema, é sempre necessário ter em conta o ser humano de forma integral. Claro que tratar os sintomas é importante, especialmente numa situação de emergência (um caso agudo). Mas uma vez amenizado estes sintomas, é sempre necessário procurar tratar a causa para evitar o retorno dos mesmos.

Isto é óbvio e batido, mas incrivelmente as pessoas se esquecem disto e se dão por satisfeitas uma vez que cuidam dos sintomas. Toda situação debilitante causa impacto no componente mental, e consequentemente acabará refletindo nas emoções e comportamento do doente. Mesmo que a doença tenha tido uma origem puramente fisiologica – não sendo de origem psicossomática –, ela irá causar desequilíbrios na psique ainda que temporários – como o desânimo causado por uma gripe, mas que pode tomar a forma de uma grave depressão no caso de um câncer. Outra coisa a se chamar à atenção é o desdém de alguns quando dizem que o problema de alguém é psicossomático, como se isso fosse uma coisa menor, uma mera fantasia da cabeça, sem maiores consequências. Uma doença de origem psicossomática tem impacto real no corpo, tanto quanto uma infecção causada por uma bactéria, com a diferença que só tomar o anti-biótico não irá curar a pessoa no caso do mal psicossomático. Existem doenças psicossomáticas extremamente debilitantes e com efeitos graves no organismo.

Nós nos acostumamos a tratar o corpo e a mente em separado. Não estou defendendo que todo médico deva ser um psicólogo, nem que o terapeuta tenha que ser médico, mas que uma comunicação deve haver entre estes dois profissionais ao tratar de um indivíduo de modo que os tratamentos se harmonizem. Ambos, independente das formações, são curadores que devem ter como meta o bem estar geral do ser humano, não apenas de suas partes. O indivíduo também deve tomar a consciência de que uma vez afetado em um dos componentes da tríade, os outros dois poderão também sofrer consequências, e por tanto se preocupar com sua saúde integral ao invés de recorrer a pílulas “mágicas”. Um exemplo desta atitude é a pessoa que acha que se o médico não passou remédio é por que não é bom, e que o mero ato de tomar um medicamento vai fazer a doença desaparecer. E se a doença não desaparece logo, bem, o médico não é bom e não passou o remédio certo.

Para finalizar, traduzo aqui um trecho bem interessante da apostila do curso de Meridian Psychotherapy do SNHS:

“É verdadeiro dizer que drogas causam mudanças químicas no cérebro e que estas mudancas produzem pensamentos. Como a maioria das outras coisas na natureza, o contrário também é verdade, o que implica que pensamentos também são drogas.” Dá o que pensar.

Andrea Matta

Terapeuta Holistica em formação pelo SNHS (School of Natural Health Science)

Mestranda em Estudos Psicossocias pela UWE (University of the West of England)

Anúncios

Trackbacks & Pingbacks

Comentários

  1. Muito importante estarmos atentos a abordagem de nosso ser integral, que, a bem da verdade é espiritual, psíquico e corporal

    Existe o holismo (whole), mas é de se considerar a proposta do Dr. George Goodheart, o criador da Cinesiologia aplicada, para se manter uma saúde perfeita é preciso estar atento ao equilíbrio entre três componentes do ser humano: químico, mental e estrutural, acrescendo: químico, mental, estrutural e espiritual.

    | Responder Publicado 7 years ago
    • * Andrea Matta says:

      Sim, eh verdade, o espiritual nao pode ser esquecido.
      O certo entao seria o quadrado da saude.

      | Responder Publicado 7 years ago


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: