Corpo Eletrico



REPRIMIR O MAL NÃO É SOLUCIONÁ-LO Ou “ao que você resiste, persiste”

Reprimir maus pensamentos ou sentimentos não vai te transformar automaticamente em uma pessoa positiva. Há um grande exagero nesta questão sobre pensamentos positivos. Pensar positivo é importante, claro, e alimentar constantemente atitudes negativas não vai lhe trazer nada de bom. Porém, é preciso saber reconhecer e explorar nossos pensamentos e sentimentos negativos e saber o que eles tem a nos ensinar.

O “conhece a ti mesmo” involve ir a fundo, e ir a fundo consiste em reconhecer que por mais legais, evoluídos e positivos que sejamos, nós pensamos um monte de coisas ruims, sentimos raiva e detestamos certas pessoas e atitudes. Pensamentos e sentimentos negativos precisam ser transformados, e não simplesmente reprimidos.

O que quero dizer com isso é que, ao se ter um pensamento negativo, ao invés de tentar “parar de pensá-lo” a todo custo – aliás, qualquer um sabe que tentar “parar de pensar em algo” é a receita certa para pensá-lo mais e mais –, varrendo o tal entulho indejável para baixo do tapete, é preciso examiná-lo para tentar chegar a sua origem: Alguma crença debilitante? Algum preconceito arraigado? Algum programa instalado no seu modo de lidar com o mundo? Uma auto-imagem ruim? Afinal, o pensamento/sentimento apareceu por algum motivo, não simplesmente brotou na sua cabeça por geração expontânea, e, bem, se você quer realmente solucionar esta questão, você vai ter que meter a mão na lama da sua própria cabeça, até para prevenir que a lama se torne num poço profundo (de lama, não de água boa).

Pergunte-se porque você está pensando ou sentindo algo, e não simplesmente tente reprimir isto fugindo apavorado como se o fato de estar pensando algo ruim o torne automaticamente um criminoso ou pecador. Vamos parar de agir como se tivessemos uma polícia de cabeça! Faça uma análise deste pensamento/sentimento, pois só assim você poderá atingir sua raiz. Você não é uma pessoa horrível só porque ficou com raiva de alguém, e no auge da raiva quis que a pessoa desaparecesse da face da Terra. Aliás, se pensamento matasse, por exemplo, a população mundial seria beeem menor.

Reprimir nunca é uma boa opção, que o digam as pessoas histéricas. Lembre-se sempre: “ao que você resiste, persiste”. Reprimir pensamentos/sentimentos sem examiná-los é a receita para fazê-los crescer na surdina, sem o seu conhecimento, enquanto você entretem supostos pensamentos positivos, mas realmente não crê neles. Não tenha medo dos maus pensamentos, sentimentos e emoções, explore-os – o que é bem diferente de alimentá-los – e só assim você poderá resolvê-los de vez ao invés de apenas sufocá-los.

 “Quando você recusa essas emoções ou se torna amedrontado por elas, você impede o fluxo do sentimento de um momento para o outro. Você estabelece barragens. Qualquer emoção irá se transformar em outrar se você experimentá-la honestamente. De outra maneira, você obstrui o movimento natural de todo o seu sistema.” (Jane Roberts, A Seth Book – The Nature of Personal Reality)

Anúncios

Trackbacks & Pingbacks

Comentários

  1. * Ronaldo santorini says:

    esse texto faz muito sentido pois quanto eu mais penso positivo mais pensamentos negativos invadem minha mente. entao reconhecer o mau pensamento e importante

    | Responder Publicado 4 years, 3 months ago
    • * Andrea Matta says:

      Oi Ronaldo,

      Devemos examinar todos nossos pensamentos sem julgamentos. Apenas observá-los, sem reprimi-los ou incentivá-los. É difícil, porque queremos ser bonzinhos e pensar coisas boas. Mas no fundo, pensamentos são só isso: pensamentos. E segundo algumas correntes, os pensamentos não nos pertencem, são criações mentais que existem para obscurecer o que realmente importa. Agora, como ir além dos pensamentos? Eu ainda não descobri, só sei que não é reprimindo.

      | Responder Publicado 4 years, 3 months ago


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: